• Mari - Ballet OnLine

O que é preciso dar atenção para que você consiga colocar graciosidade na sua dança



O que é preciso dar atenção para que você consiga colocar graciosidade na sua dança?


Muitas bailarinas que começam ou voltam para o ballet depois de adultas, acabam não conseguindo colocar tanta graciosidade em seus movimentos quanto poderiam. Lembre-se que a ideia não é ser graciosa como a “fulana, beltrana e sicrana”, e sim ser o mais graciosa que você pode ser.


Pensando nisto, eu irei te dizer 4 pontos em que devemos focar para nos tornarmos bailarinas mais graciosas.


1° A graciosidade de um movimento está muito ligada aos nossos braços. Quando eu falo braços, estou incluindo as mãos também, pois elas não são trabalhadas separadamente. Trabalhar movimentos leves de braço, irá te ajudar a dar mais graciosidade para os seus movimentos. Mesmo que a coreografia que você dança pareça ser “retinha e quadradinha”, é possível colocar leveza nos braços, basta dar mais atenção a uma angulação diferente, deixa-los mais esticados e se sentir segura.


2° A expressão é muito importante, pois, por exemplo, quando conversamos com alguém olhamos para o rosto da pessoa, para tentarmos entender se ela está se sentindo à vontade, se ela está entendendo o que estamos dizendo, etc.

Então, o nosso rosto transmite o que estamos pensando sem que a gente perceba, ele entrega quando nos sentimos perdidas, assustadas e inseguras. Por isso, é preciso trabalhar a expressão, só que não uma expressão falsa. Por exemplo, eu realmente preciso estar feliz para passar para meu rosto felicidade.


3° O terceiro ponto é a bailarina se sentir autoconfiante com aquilo que ela tá fazendo. Se realmente temos confiança na sequência que estamos realizando, vamos conseguir colocar intenção corporal nos movimentos, finalizá-los e deixá-los grandes.


4° São as linhas. Sim, quando a gente executa um movimento ou uma pose, temos uma linha. E as pessoas acham que ter linha, é ter um arabesque alto, um developpé “na orelha”, um ótimo colo de pé, mas não é isso. É conseguir ter uma meia ponta alta, se colocar numa postura em que você fique bonita, o ângulo da articulação e da cabeça. São pequenas coisas que mudam totalmente as suas linhas.


Muitas pessoas falam assim: “ah Mari, não é possível, eu não consigo usar essas coisas eu fico perdida”. Mas o que acontece, é que antes da gente trabalhar graciosidade, é preciso trabalhar a segurança.

Eu só posso me tornar uma bailarina graciosa, se eu tiver segurança naquilo que eu estou fazendo, trabalhar o passo-a-passo da base, a consciência corporal, a auto correção e a memorização.


As pessoas acabam cometendo um grande erro na hora de colocar a graciosidade: Achar que a graciosidade é dom, que tem pessoas que nascem sabendo, mas não é só isso. Graciosidade é algo treinável, o dom pode ajudar, mas vamos esquecer isso. Vamos trabalhar com que tá no nosso controle.


Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "Ballet Adulto: por onde começar" clicando na imagem.

3 visualizações

Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

  • Canal YouTube
  • Spotify
  • Instagram
  • FanPage