Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

Três dicas para motivar seu aluno de Ballet Adulto

 

Hoje falaremos sobre como motivar os alunos do Ballet Adulto, pois muitas vezes o professor chega na sala não tão motivado, o que é super compreensível, e encontra seus alunos nada motivados, o que desanima ainda mais, pois o professor precisava da energia deles para tentar ficar melhor. E é por isso que neste artigo terão dicas para motivar os alunos, para a energia deles poder ser usada para o professor ter mais energia ainda e poder fazer mais por eles e isso virar um bom ciclo.

 

A primeira coisa que você, professor, precisa fazer para ter os seus alunos motivados é diminuir a distância entre você e eles, o que não significa dar intimidade, estamos falando apenas sobre diminuir a distância, pois uma aula em que o professor se comporta como professor e os alunos como alunos, é muito difícil. Diminuir essa distância - que vem de muito tempo atrás, considerando que no século em que o Ballet foi criado o professor era considerado um nível hierárquico acima para manter a ordem na sala - mantendo o respeito, todo mundo fica motivado, entrosado e a fim de estar ali.

 

Acontece que alunos de Ballet Adulto são muito tímidos, principalmente quando estão chegando e enquanto não quebrarmos essa barreira o aluno não se sente à vontade e assim, não se sente motivado para vir, por isso precisamos quebrar essa barreira do "sinta-se em casa" o quanto antes, e só conseguimos quebrar ela quando realmente mostramos que ali é casa mesmo, lógico que não precisa ter bagunça etc., mas precisamos dar condições para o aluno se sentir à vontade em sala de aula, ou seja, ele precisa se sentir à vontade para perguntar, para fazer um comentário nada a ver com a aula e você precisa participar desse comentário. Fazendo isso, o aluno sentirá que tem liberdade para dizer o que pensa, de repente se sentir até mais seguro para perguntar, sem ser a avacalhado. Tirando essa distância, a relação fica muito mais saudável.

 

 

A segunda coisa que você precisa fazer é empoderar seus alunos, pois o aluno de Ballet Adulto já é mais duvidoso das suas capacidades, ou seja, auto-confiança é algo que não rola. Por isso, quanto mais empoderarmos esse aluno para que ele se sinta auto-confiante, mais motivado ele vai ficar para frequentar as aulas, dar mais de si, para participar de uma apresentação, enfim.

 

Quando percebemos que o aluno não consegue fazer determinado passo, por exemplo pirouette, e ele começa a se comparar com quem conseguiu e assim, começa a ficar desmotivado, é preciso mostrar para ele tudo o que ele consegue fazer para empoderá-lo, falar do developpé, da abertura, etc. e quando ver que ele não consegue fazer a pirouette, dizer "está tudo bem, do mesmo jeito que você tem facilidade para a abertura, elas tem facilidade para fazer pirouette. Então elas vão ter que trabalhar para fazer a abertura que você consegue fazer, e você vai ter que trabalhar a pirouette que elas já conseguem fazer", e desse modo você pode ir decompondo os passos. Então, para quem já está conseguindo fazer pirouette, dê o desafio de fazer dupla e para esse aluno você continua em uma, porque assim, de certa maneira, ninguém vai conseguir fazer, porque estará todo mundo trabalhando para conquistar e não tem um nível de comparação direta, pois você estará dificultando os passos de um e mantendo o passo que já está difícil para o outro, fazendo com que a aula fique igualada para todo mundo. Assim, você deixa de expor o aluno.

 

Essa é uma das maneiras de empoderar seu aluno, existem várias, além de mostrar o que ele consegue fazer e igualar a aula.

 

A terceira coisa para motivar alunos de Ballet Adulto é provocar desafios, levar para o palco bailarinas que estão a mais tempo, dar um passo novo para as mais novas, por exemplo, considerando que elas ainda não estão muito à vontade com palco, ou seja, isso não iria motivá-las. Agora, chegar na aula com um passo novo, mostrar um vídeo de uma variação e falar que elas irão aprender determinado passo que está ali, o que com certeza irá motivá-las. É bacana fazer isso com certa frequência.

 

Existem milhões de maneiras de incentivar e motivar uma bailarina adulta. Só é necessário entender que é muito diferente bailarinas de 8 a 15 anos, de 15 a 20 e bailarinas de 20 em diante, cada faixa etária funcionará de uma maneira. Então, desenhe isso em sua mente para saber com quem está lidando e como é que irá provocar essa motivação nas bailarinas que estão na sala, seja dando um passo novo, dizendo o que ela tem de melhor ou fazendo uma piada. A partir do momento que se faz isso, você mesmo, professor, ficará motivado em dar aula, e isso gerará motivação nos alunos também, e assim, entramos no ciclo maravilhoso. Pare para pensar nisso, pois o problema nunca é apenas de uma pessoa!

 

Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "As sete Etapas da Bailarina Adulta" clicando na imagem.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Destacados

Quando usar braços na aula de Ballet Adulto?

15.03.2019

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure por Tags