Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

A famosa frase "Eu não consigo"

 

Como é que nós, professores, devemos responder quando o aluno diz "eu não consigo"? Muitos se irritam com essa frase, porque acaba sendo, de maneira indireta, um questionamento da capacidade que ele tem de avaliar se aquele aluno tem condições de fazer o passo que está sendo proposto ou não, considerando que quando um bom professor propõe o passo ele já avaliou se o aluno tem condições daquilo.

 

A primeira coisa, como professor, que devemos entender, é que o aluno não fala "eu não consigo" por maldade, por questionar a sua capacidade, enfim, ele fala essa frase pois está acostumado com esse mindset, sempre se colocando para baixo, e quando ele tem essa mania, acaba simplesmente falando sem prestar atenção e sem levar em consideração que está enviando uma mensagem para o cérebro de que ele não é capaz de fazer aquilo e não sendo capaz, o cérebro não vai nem ativar musculatura nenhuma, por achar que estará gastando energia desnecessária, e isso é muito grave!

 

A partir do momento que entendemos que o aluno está passando por esse processo de autodepreciação, precisamos olhar para ele com carinho, isto não significa que deve pegar no colo, mas sim dar um chacoalhão e explicar para ele que está enviando uma mensagem equivocada para o próprio cérebro.

 

A segunda dica é simplesmente virar para o aluno quando ele disser que não consegue e perguntar "você já tentou?". Quando ele escutar isso, vai refletir e intuitivamente vai perceber que não tentou de verdade, não colocou a força necessária, que não fez o plié que precisava fazer, etc, ele vai identificar que não colocou todo o potencial que precisava, pois ele já tinha dito que não conseguia. No momento dessa pergunta, com certeza ele já irá se colocar para tentar novamente e é necessário que você diga "isso, tente novamente, mas agora quero que você pense que irá conseguir. Pode ser que não saia na primeira, nem na segunda ou terceira vez, mas uma hora vai sair. É só não desistir".

 

Quando você faz essa pergunta para o aluno, estará quebrando o mindset dele no meio e quando você explica o processo, estará transformando a maneira dele de pensar sobre aquele passo, e pode ser que amanhã, em uma outra aula, ele dirá a mesma frase para um outro passo e você só precisará dizer "o que foi que você falou?", e ele já vai entender e tentará novamente, e assim a maneira dele lidar com as dificuldades encontradas ali na aula de Ballet vão sendo reformuladas. 

 

Receber um "eu não consigo" de um aluno e trazer para ele uma outra maneira de fazer não estará ajudando, e sim, só atrapalhando, só afundando ainda mais, porque no momento que você dá ferramentas que ele pode utilizar, substituindo o passo que ele diz que não consegue, ele sempre vai achar que não consegue e nunca vai tentar, e é necessário fazer com que ele tente!

 

Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "Ballet Adulto: por onde começar" clicando na imagem.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Destacados

Quando usar braços na aula de Ballet Adulto?

15.03.2019

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure por Tags