Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

Como lidar com Risadinhas no Ballet

 

Esse assunto não é um que dá pra "taparmos o sol com a peneira" e fingir que não existe, porque infelizmente acontece sim. Geralmente acontece mais em turmas de adolescentes do que em turma de Ballet Adulto, mas acontece. Por isso, neste artigo você poderá encontrar três dicas sobre como lidar com as risadinhas no Ballet da melhor maneira possível, para que isso não atrapalhe o seu desempenho em sala de aula, e principalmente para que isso não te faça desistir do Ballet.

 

A primeira dica é: você precisa ter certeza absoluta de que isso realmente está acontecendo, porque é muito comum criarmos algumas histórias na nossa cabeça, o que nos faz olhar para uma panelinha sorrindo e achar que ela está rindo da gente e não pra gente, sendo que ela pode estar sorrindo para nós e não de nós. Então, cuidado com isso, para não fazer um passo, olhar para o grupinho cochichando e achar que estão falando de você, sendo que podem estar falando de outra coisa.

 

Entretanto, realmente pode estar acontecendo, e caso você tenha essa impressão, é necessário observar em que momentos isso acontece, se é só quando você faz um passo errado, ou independente disso, se acontece só de vez em quando ou todos os dias, todas as aulas, se são várias pessoas ou sempre as mesmas, enfim.

 

A partir do momento que você tem certeza de que realmente está acontecendo com você e de que não é uma fantasia da sua cabeça, a segunda dica é você chamar a professora depois que acabar a aula, quando todo mundo sair da sala e explicar toda a situação para ela, dar os nomes e falar para ela que você tem a impressão de que estão rindo de você e que isso te deixa mal, que faz com que você não consiga entregar o melhor desempenho na aula, pois você olha para elas e fica com medo de fazer e errar e se estiver acontecendo de você estar pensando em desistir do Ballet por conta disso, diga também.

 

Tomar essa atitude é importante, porque um bom professor terá uma maneira de conduzir os conflitos, porque não é só ensinar Ballet e sim, ensinar boas maneiras em sociedade também, considerando que as aulas são em grupo. Porém, isso vai de professor para professor, pois existem alguns que não são tão experientes e acabam preferindo não se colocar na situação, e se esse for o caso você terá que resolver a situação sozinha, e aí vem a terceira dica especialmente para essa situação.

 

 

A primeira coisa que você deve fazer é pensar assim: quem fica no cantinho olhando, cochichando e dando risadinhas é porque não sabe fazer um determinado passo ou não é uma bailarina tão boa tecnicamente, isto é, é uma bailarina insegura. Por exemplo, se você vai fazer uma pirouette, essa outra bailarina até sabe fazer, mas não tem a perna na altura que você tem, ou ela não tem o biotipo que você tem, alguma coisa ela não tem e você tem. Sendo assim, ela não ter isso e você ter, acaba gerando uma insegurança do quanto ela é boa ou não, e por isso ela precisa pegar aquela pessoa ou situação e denegrir a imagem.

 

Então, é muito comum bailarinas que não são tão boas, que tem dificuldade em algo, ou até de repente são boas mas não tem o mindset dela não é da mesma maneira. Ela não consegue enxergar as qualidades dela e por isso, acaba tendo que diminuir a pessoa que ela vê que possui algumas coisas melhores que ela, para que assim, se sinta bem. 

 

Para lidar com esse tipo de situação, além de ter a certeza que as pessoas estão falando de você e conversar com a professora, você pode simplesmente entender o problema, o que é que você tem e ela não, e fazer o seu melhor naquilo que você sabe que é boa e ignorar as pessoas no momento em que for fazer aquilo que você sabe que não é tão boa. Essa é uma maneira de lidar com esse tipo de situação, e quanto mais madura você for ficando, vai perceber que isso tipo de situação vai perdendo cada vez mais o significado, porque você passa a entender o problema e começa até a sentir dó.

 

Olhe para essas pessoas que riem de você e sinta dó, porque se isso está acontecendo é porque você está incomodando, e se você está incomodando é porque está fazendo algo muito bom! Olhe mais para si, utilize suas ferramentas para lidar com esse tipo de situação, levante a cabeça e arrase na aula!

 

Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "As sete Etapas da Bailarina Adulta" clicando na imagem.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Destacados

Quando usar braços na aula de Ballet Adulto?

15.03.2019

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure por Tags