Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

Bailarina não tem que ser magra, tem que ter alma!

 

Este é um tema bem polêmico....ahahha

 

Tentei encontrar outros artigos para compartilhar com vocês mas li tantas visões carregadas de ressentimentos que achei melhor escrever o que eu penso.

 

Vamos lá! E que fique claro... estes parágrafos é a minha opinião pessoal, baseada em tudo o que já vivenciei na dança e na minha experiencia profissional como professora de dança e fisioterapeuta.

Assim como a sociedade diz que a mulher ou o homem bonito é aquela(e) que tem o biotipo longilíneo, ou seja, baixinha e gordinha não entram no status bonito para a sociedade, na dança existe um mundo paralelo, o mundo da dança.

 

Neste mundo da dança também existe a sociedade composta por pessoas da dança que por sua vez também tem seus pre-conceitos, como a sociedade do "mundo normal" - digo pré-conceitos pois normalmente são conceitos formados por ouvir falar e não por conhecimentos específicos.

 

Mas o que não podemos esquecer aqui é que nosso cérebro, na maioria das vezes, acredita no conhecimento de mais fácil acesso, ou seja, ouvimos e acreditamos. Se formos mais atenciosos com nos mesmos, nos daríamos ao trabalho de pesquisar um pouco mais sobre assuntos polêmicos como este e assim, abrindo a mente, para formarmos nossa verdadeira opinião, não é mesmo?

 

Se formos parar para pensar...

 

"Bailarina clássica tem que ser magra?"

 

A primeira pergunta que me vem é POR QUÊ?...

 

- "Por que é mais bonita..."

 

Oi???... Não concordo... A beleza não deve ser um produto pronto e fechado que compramos no mercado... a beleza do ser humano para mim é muito mais do que a sociedade vende... a beleza do ser humano esta mais no que ele tem por dentro, do que a vida lhe fez por fora... Agora e a bailarina?... Você já foi assistir um espetáculo de dança onde você pensou, nossa, esta "magrelinha" dança bem... mas olha aquela "gordinha" como esta feliz dançando? Tenho certeza que isto já passou na sua cabeça. Deixemos de lado os pré-conceitos e analisemos os fatos... a "magrelinha" te tocou emocionalmente? Se sim... que ótimo... além de técnica ela tem alma bonita que toca o seu público... e a "gordinha"? te tocou?... vc sentiu a alegria dela?... ela tinha técnica como a outra?... se tinha que otimo... ambas bailarinas lindas e diferentes esteticamente, mas com alma transparente... e se não tinha técnica, será que ela tem o mesmo tempo e acesso a dança do que a "magrelinha"?... Enfim. o por que é mais bonita vai além da estética que vemos por fora. Bailarina bonita é aquela que primeiramente te toca e se no pacote vier a técnica junto... que ótimo!... o peso dela é o que menos importa para seu coração... pode ter certeza. - "Por que não combina com os papeis e com o figurino...."

 

Ahahha... esta resposta eu adoroooo....kkkk.... "béééééémmmmm" resposta errada... Se tudo o que você visualizou realmente aconteceu, e é possível que tenha acontecido mesmo, o problema não é a bailarina estar fora de peso, mas sim o coreografo e figurinista que não desenvolveu bem as suas funções... Cada bailarina tem uma alma de personagem, poucas conseguem ser fadas e bruxas (estas são as melhores pela versatilidade), a maioria tem alma de fadas... O que vai dizer para o coreografo qual papel ela deve representar não é nem de longe o seu peso... mas sim a sua alma dançante... se sua alma for de fada.. pronto dê lhe a fada... se for bruxa pronto.. dê lhe a bruxa que ela irá arrasar também. Se o figurino não ficou bem... eu lhe pergunto... quando você vai em uma loja comprar roupas, você compra as que não ficaram legais na sua avaliação no espelho?... Esta bailarina que não ficou bem no figurino foi obrigada pelo coreografo ou figurinista a vestir-se como eles acharam que o papel deveria ser... a falha ai esta nos profissionais que escolhem o papel e o figurino. A bailarina é a bailarina, do jeitinho que ela é, com barriguinha ou sem barriguinha, com alma de fada ou de bruxa... basta nos como coreografas e figurinista, escolher a bailarina e não o papel... o mundo precisa de coreógrafos que saia da mesmice na escolha dos papeis de princesas e bruxas... a arte deve representar a vida real e não fantasiar a vida real, senão não tem muito sentido nossa missão de melhorar o mundo... oferecer ao publico algumas horas de fantasia e saiu do teatro "bum", vida real? Ou oferecer ao público a representatividade da vida real instigando a análise e comparações com o mundo lá fora para assim abrir novas linhas de pensamentos para a sociedade?.. Enfim... precisamos escolher melhor a mensagem que desejamos passar, para depois definir a bailarina e só depois (olhando para a bailarina) definir o seu papel e seu figurino.

 

- "Por que parece pesado quando ela dança..."

 

Esta resposta também é ótima... Quem "montou" a coreografia? Foi a bailarina?... Não.... Quem coreografa deve conhecer o seu elenco e saber realmente o que cada alma e cada corpo daquele grupo de elenco tem capacidade para fazer. Montar coreografia não é simplesmente escolher uma musica e colocar movimentos bonitos em cima. Movimentos bonitos quando quem faz? Este deve ser o raciocínio. Será que a bailarina escolhida para aqueles movimentos sabia realmente executa-los? Se ela não souber, realmente ficará pesado ao assistir, seja ela com 200 kg ou com 40 kg que ficará pesado para os olhos da mesma maneira.

 

Conclusão, poderia ficar horas aqui escrevendo sobre este assunto..ahhaha... mas vou resumir... independente da modalidade, seja ballet clássico ou qualquer outra modalidade de dança, Bailarina não precisa ser magra, bailarina tem que ter alma. A única questão que coloco para as minhas bailarinas com relação a peso, é o fato de sobrecarga nas suas articulações.

 

E isto não é só para as bailarinas. Inúmeras pessoas começam atividade física todos os dias, caminhada, corrida, academia, e a grande maioria fora de peso. Isto irá gerar sobrecarga nas suas articulações, é importante que elas tenham consciência disto para buscar o peso ideal.

Contudo, não fazer atividade física por estar "gordinha" e não querer sobrecarregar as articulações esta correto?... Claro que não... O fundamental é a consciência do seu corpo, dos seus limites que podem ser superados e os objetivos traçados... e isto, tanto a bailarina "magrelinha", quanto a "gordinha" terão que vencer.

 

Pense nisto! E Dance... afinal a sua dança é única e o mundo precisa dela.

 

Com carinho

Mari D'leite

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Destacados

Quando usar braços na aula de Ballet Adulto?

15.03.2019

1/7
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure por Tags