• Mari - Ballet OnLine

Bailarina Adulta X Insegurança



Neste artigo iremos discutir sobre a relação da Bailarina Adulta com a Insegurança!


Para início de conversa, quando eu falo de insegurança, estou falando de bailarinas que não dançam livremente, que não se colocam na sequência por inteira, sem movimentos precisos, etc e quando estamos inseguras, transmitimos isso enquanto estamos dançando, recolhendo a postura, olhando para chão, fazendo movimentos muito pequenos, não colocando expressão e graciosidade, mas por que nos sentimos inseguras? Porque muitas vezes somos colocadas em uma situação que nos faz sentir medo e a origem da insegurança é o medo.


O primeiro ponto que gera esse medo em nós, que nos faz pensar que não somos capazes de executar uma sequência ou de dançar em um palco, são os tabus, de que "Ballet não é pra mim": porque sou gorda, sou alta demais, sou mais velha, nunca fiz quando criança, etc. Nós ouvimos isso a vida inteira e carregamos isso com a gente.


O segundo ponto é comparar a nossa dança com bailarinas profissionais. É preciso entender que aquelas bailarinas que dançam em companhias, que dançam em um alto nível, tem o objetivo totalmente diferente do nosso objetivo como bailarina adulta.


Qual é o seu objetivo? O meu como bailarina é sentir prazer naquilo que estou fazendo, é fazer a minha dança para eu mesma. Hoje como adultos, nós temos essa liberdade de fazermos Ballet como uma ferramenta de bem estar para nós. Comparar nossa dança com a de uma bailarina profissional, é a mesma coisa de comparar laranja com banana, só vai nos fazer mal.


O terceiro ponto é a falta de apoio da família e amigos para fazer Ballet depois de adulta. Essa falta de apoio gera a insegurança, porque a partir disso, começamos a nos questionar se aquilo que estamos fazendo realmente é pra gente. Quando isso acontece, começamos a alimentar o nosso medo de passar vergonha.


O quarto ponto é a falta de domínio do nosso corpo. Quando não temos domínio do nosso corpo, dificilmente o passo vai sair e a gente se sente até insegura para tentar executar esse passo ou sequência.


Por fim, último ponto, é não entender o passo a passo do passo. Se você souber descrever quais são os movimentos de base que compõe esse passo, significa que você entendeu o passo a passo. Quando entendemos isso, temos mais segurança para fazer, pois se eu não entendo me sinto incapaz, insegura e com medo.


Então o que precisamos fazer para transmitir segurança em nossos movimentos?


Imagine uma pirâmide, na base dela tem a técnica na dança que é saber executar os passos, uma das laterais dela é a nossa segurança e a outra lateral é a graciosidade. As três partes se completam, ou seja, precisam uma da outra.


Quando fazemos aula em uma escola presencial, geralmente temos 1h/1h30min de aula durante uma ou duas vezes na semana e esse tempo é um tempo curto para trabalhar só técnica. Por isso a segurança e graciosidade devem ser trabalhadas a parte, pois é muito difícil para o professor trabalhar isso em sala de aula, não dá tempo.


Para ser capaz de encantar pessoas, de transmitir segurança, é preciso trabalhar essa tríade e de forma separada.


Segurança

Quebrando os tabus: fazemos isso quando trabalhamos nosso mindset (a maneira como pensamos), abrindo a mente e dando outras possibilidades de raciocínio, para nos blindarmos das críticas nada construtivas e das comparações.

2° Trabalhar a consciência corporal: é isso que vai fazer com que eu entenda meu corpo dentro do Ballet.


Técnica

Fazer as aulas, parar para entender como aquele passo é executado e como posso ajudar meu corpo a executá-lo aplicando a autocorreção.


Graciosidade

Trabalhar a leveza dos braços, ângulos de cabeça e a expressão.


Para ser uma bailarina adulta segura é preciso não só trabalhar a segurança, mas também os outros dois pontos dessa tríade de forma individual, dando atenção a cada um deles separadamente. Então bora trabalhar essa pirâmide bailarina!


Não deixe para depois! A hora de se tornar uma bailarina segura é agora! Então participe da Semana de Ballet para Adultos, um Evento 100% ONLINE e GRATUITO que acontecerá de 05 a 11 de Julho onde vu te contar o que é que você deve fazer para se tornar uma Bailarina Adulta Segura e Graciosa. Para se inscrever, basta clicar no link abaixo:

http://mari.balletonline.net/queroddorg


Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "As sete Etapas da Bailarina Adulta" clicando na imagem.

4 visualizações0 comentário