• Mari - Ballet OnLine

Ballet: Quem aprende mais fácil?



Neste artigo será discutido sobre se é mais fácil adulto aprender Ballet do que criança ou vice-versa. Uma frase que costumamos ouvir bastante é "é muito mais difícil adulto aprender Ballet do que criança", mas precisamos começar destacando que o processo de aprendizagem em si já é diferente, afinal, o adulto tem algumas características que a criança ainda não tem desenvolvida nela. A questão é que se o adulto fazer uso das características, com certeza ele irá aprender Ballet com mais facilidade, mas a maioria não utiliza.


Uma das características que estamos falando é a sensação corporal, pois a criança não tem essa maturidade de perceber o seu corpo e ter a noção se o movimento está certo ou errado, porque para ela o que tem mais é o ambiente do que o que ela está sentindo no seu corpo ali no momento, já o adulto consegue bloquear essas coisas e dar toda a sua atenção para o seu corpo. Sendo assim, é muito mais fácil um adulto aprender Ballet do que uma criança, apesar dela ter mais tempo de dedicação à atividade.


Agora, falando sobre o aspecto físico de um adulto e de uma criança antes da puberdade, a segunda realmente é mais flexível, porém ela não tem controle do seu corpo e seus movimentos, já o adulto consegue fazer isso e tem a possibilidade de trabalhar a sua flexibilidade, enquanto isso a criança vai ter que esperar crescer e amadurecer estruturalmente para que ela consiga ter um controle e conhecimento maior do corpo dela. Então, quando comparamos o físico de uma criança e de um adulto, não podemos nos enganar só porque ela é mais flexível, achando que é mais fácil por esse motivo, pois na verdade para ela pode ser até mais difícil do que para um adulto!


Em toda essa situação, existe um ponto cego: a criança irá aprender sobre o seu eixo, encaixe de quadril, etc, porém quando ela entra na puberdade, tudo isso muda, a sensação corporal muda e ela terá que reaprender tudo nesse sentido, pois apesar dela saber o que tem que ser feito, no momento da execução será diferente, pois o corpo dela é outro. E bom, isso não acontece com o adulto, ou seja, é uma vantagem.


No quesito mais emocional e racional, a criança tem uma certa inocência que faz com que seja mais fácil para o professor trabalhar com ela do que com um adulto, porque com ela dá para perceber na expressão facial que determinada atitude a magoou e assim dá tempo de já consertar a situação ali no momento. Já com o adulto não funciona assim, pois ele vai fingir que está tudo bem e guardar aquilo para si. Por mais que o adulto tenha certa maturidade para lidar com as coisas, ele tem uma tendência à certas síndromes como a do "patinho feio", a de "comparar laranja com banana", "síndrome do papai noel", enfim, o adulto tem isso muito mais sensível nele. Portanto, o emocional da criança está muito mais na mão do professor, enquanto o do adulto, ele mesmo que fica com essa responsabilidade de controle.


Agora, falando sobre o aspecto social há muitas diferenças, pois a criança, na maioria das vezes, vai para o Ballet porque a mãe coloca sem nem ela saber o que é, mas ali ela vai tendo pequenos ganhos, ela faz amizades, tem momentos de brincadeira e vai aprendendo a lidar com as situações, pois o que ela passa dentro da sala de Ballet, também passa em outros ambientes, como por exemplo aprender a lidar com alguém que não se dá muito bem. O adulto também passa pelas mesmas situações que a criança, porém a grande diferença é que ele chega no Ballet desacostumado com isso, pois ele lidava com esse tipo de situação no convívio social há muito tempo atrás. Então, para alguns adultos, estar em um ambiente novo com pessoas novas, causa algumas tensões e é necessário lidar com isso.


Então, comparando as duas situações, para a criança, o convívio social no Ballet é um processo natural, pois ela está passando por isso em outros ambientes (escola, por exemplo) e para o adulto, por ele já estar com a vida tão modulada e estática, se ele não se abrir para coisas novas, não passará por esse processo e quando ele se propõe a encarar esse desafio da melhor maneira, a aula começa a ficar mais agradável, ele passa a ter mais vontade de ir para as aulas por conta das amizades, o ambiente se torna outro fazendo-o se desligar do mundo lá fora e se reencontrar consigo mesmo. Por isso, comparando o ganho dos dois, o adulto terá muito mais a ganhar quando se propõe a fazer qualquer atividade física ou artística em grupo.


Portanto, não acredite que crianças aprendem Ballet mais fácil, colocando isso como uma barreira para você começar a fazer. Existem diversas vantagens e pontos positivos de começar Ballet depois de adulta! Sendo assim, não perca tempo, se tiver vontade de fazer Ballet, faça!


Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "Ballet Adulto: por onde começar" clicando na imagem.

10 visualizações

Ballet OnLine ® - 2017 - Todos os direitos reservados

Receba aulas gratuitas se cadastrando no botão "Lista Vip Gratuita"

  • Canal YouTube
  • Spotify
  • Instagram
  • FanPage