• Mari - Ballet OnLine

Como melhorar o desempenho no Ballet depois de Adulta



Quer saber como melhorar o seu desempenho no Ballet depois de adulta? Então, fique por aqui, pois irei falar exatamente sobre isso.


Quando observamos algo na nossa dança que não "está tão legal" ou dificuldade na execução dos movimentos, é a hora de pararmos para pensar como a gente pode melhorar o nosso desempenho.


Para crianças e pré-adolescentes tudo no Ballet é uma grande brincadeira, uma grande tentativa.

Então, elas irão tentar fazer os movimentos sem medo de errar, de fazer uma pirouette, por exemplo, sem medo de cair, porque elas irão se levantar e tentar de novo.

Mas nós adultos, isso é mais complicado, porque desenvolvemos esse medo de nos machucarmos, a vergonha de errar, etc.


Quando olhamos para a dança das crianças e dos pré-adolescentes, vemos ela sendo "afinada" com o tempo, mas não esperamos grandes coisas. Porque são muito novas ainda, então, nós olhamos para o desempenho delas como uma "escadinha", onde elas irão subir aos poucos.


Agora, para adultos, isso já muda.

Pois olhamos para a nossa dança com a espera de que já esteja tudo lindo e maravilhoso, pois na nossa cabeça, não temos essa "escadinha" de irmos nos desenvolvendo aos poucos, igual a uma criança.


Mas não funciona assim. Se você está começando Ballet agora, precisa entender que você está realmente começando.

E no começo não vai ser tudo lindo, é um processo, que demora um pouco para se tornar algo mais fluido.


Porém, temos como acelerar esse processo, ou seja, o ponto chave desse artigo.

Mas antes, gostaria de te perguntar algo, o que te incomoda na sua dança hoje?

E para quem não faz Ballet, o que você mais gostaria de aprender a fazer no Ballet?


Porque normalmente, os passos complexos são os que mais incomodam e o maior sonho das pessoas que estão começando.

Por exemplo, pirouettes e saltos.

Então já começamos Ballet com uma expectativa de realizar esses passos que são mais elaborados, mais complexos.

E está tudo bem sonhar com isso, mas é preciso entender que para chegar nisso, temos um caminho a percorrer.


Agora tirando os passos complexos da jogada, pode ser que você olhe para sua dança e sente que falta algo, parece que ela está indefinida, sem graciosidade, sem leveza...


Então, como podemos melhorar nesses pontos, sendo que é justamente eles que farão com que a gente tenha orgulho da nossa dança?


Quando olhamos para nossa dança, e percebemos esses pontos de melhora, começamos a nos sentir amadores, incapazes.

E com isso, o sentimento de frustração vem. Só existe uma maneira para resolver isso: Trabalhar para melhorar a nossa dança constantemente.


O primeiro erro que bailarinas e bailarinos adultos cometem ao decidir melhorar seu desempenho, é tentar dobrar ou triplicar o que já estão fazendo, sendo que não está dando resultado.

É hora de mudar. Pois se queremos ter resultados diferentes precisamos ter ações diferentes.


Agora, a maior mentira que você pode contar para si mesma Bailarina Adulta, é que para melhoramos nossa dança agora depois de adulta vai demorar ANOS.

Como adultos, temos mais condições de melhorar muito mais rápido do que uma criança ou um pré-adolescente.

Porque nós queremos, temos consciência do nosso corpo, e temos como orquestrar a nossa melhora de desempenho.

Então, não use o fato de ser adulto como desculpa para não ter melhora no seu desempenho.


Assim como todas as Bailarinas Adultas que tenho como alunas no meu treinamento conseguem ter melhora em apenas dois meses, você também consegue.

A questão é pararmos de olharmos para nós mesmos com "dózinha" por ter começado Ballet depois de adulto. "Morda com unhas e dentes" aquilo que você quer.


Agora, como é que você pode ter essa melhora no seu desempenho em dois meses?


A primeira coisa que você não pode fazer é: "estou com dificuldade em giros, então vou treinar giros".

Não é por esse caminho, pois se não você vai continuar tendo os mesmos resultados.


O que eu quero dizer com isso?

Bom, sabe quando vamos fazer um bolo de chocolate e ele fica ruim?

Pegamos os mesmos ingredientes, mesma receita e tentamos de novo, para tentarmos acertar em algum momento o bolo de chocolate.

Você acha que realmente vai dar certo, seguindo a mesma receita com os mesmos ingredientes? Provavelmente não, porque pode ser que algum ingrediente esteja ruim e por isso o bolo acabou não dando certo.


A mesma coisa, é com os nossos passos complexos no Ballet.

Você pode ficar tentando girar mil vezes uma pirouette, mas se o seu Passé não estiver colocado de forma adequada, não vai adiantar nada suas mil tentativas.


O que você precisa fazer, assim com as minhas alunas do TBD fizeram, é para entender exatamente o que você quer melhorar, o que você precisa fazer para melhorar e em quanto tempo você vai melhorar isso.


Independentemente do nível que você esteja no Ballet, se você deseja melhorar seu desempenho, siga esses passos, sempre lembrando de fazer vídeos e fotos controles para metrificar o seu desempenho.


O segundo ponto que temos que ter atenção, é que se você quer ter resultados maiores você precisa fazer outras coisas a parte das suas aulas regulares de Ballet.

Por exemplo, treinos específicos que não tenham relação com a sua aula, e que trabalhem principalmente a base dos passos complexos que você quer melhorar.


E o terceiro e último ponto, é não usar o fato de ser adulto como uma desculpa.

É possível fazer e ser diferente, é possível melhorar o seu desempenho em um curto espaço de tempo, basta trabalhar as coisas certas, a base.


Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "As sete Etapas da Bailarina Adulta" clicando na imagem.


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo