• Mari - Ballet OnLine

Como vencer a falta de tempo para fazer Ballet depois de adulta



Quando nos tornamos adultas, precisamos de mais tempo para conseguir dar conta de tudo e por isso, vamos tirando da nossa rotina as nossas prioridades pessoais, como ler um livro, assistir a filmes, ir ao cinema, ballet... Os anos se passam e a gente demora para perceber que deixamos essas coisas para trás.


Se você está nesse dilema, de como vencer a falta de tempo, está na hora de repensar o que você tem feito com as suas prioridades.


Por mais que hoje eu trabalhe com algo que realmente amo e que é o meu propósito de vida, estava sentindo muita falta de cuidar de mim mesma. Por exemplo, eu gosto muito de meditar e fazer corrida, mas são "coisas" que eu não estava mais conseguindo fazer, por isso eu parei e fiz uma lista de tudo aquilo que eu precisava fazer para manter a minha "sanidade", pois as nossas necessidades pessoais são um pilar muito importante da nossa vida.


Pense que a nossa vida fosse uma mesa, cada "pé" é uma área da nossa vida, a profissional, a familiar, a pessoal e assim por diante. Se algum desses pés quebram ou tem alguma rachadura, a mesa ficará instável, consequentemente a nossa vida fica instável. Então diante disso, me perguntei como eu criaria tempo para realizar esses itens pessoais e é aqui que chegamos no ponto central deste artigo.


Umas das maneiras mais eficazes para mim, foi o "clube das 5" que é uma maneira figurada de chamar as pessoas que acordam pelo menos duas horas antes do horário que ela normalmente acordaria, para fazer coisas para ela, para cuidar de si mesma, das suas necessidades pessoais.


Eu sei que existem pessoas que tem mais dificuldade de fazer isso, pois entrando nesse clube das 5, acabamos dormindo menos ou indo dormir mais cedo do que normalmente faríamos., mas estou colocando aqui e o que funcionou muito bem para mim, para que eu conseguisse ter mais tempo para cuidar das minhas necessidades pessoais.


"Como posso "entrar" para o clube das 5, Mari?"


Você precisa começar aos poucos, ou seja, acordando 15 minutos mais cedo durante uns três dias da semana, apenas. Depois, vá aumentando gradativamente esse "tempo" para acordar, para que você chegue naquelas duas horas mais cedo que citei acima, ou seja, se você acorda às 9h da manhã, por exemplo, gradativamente você irá introduzindo isso à sua rotina até chegar ao ponto de acordar às 7h da manhã. Assim, você terá das 7h às 9h, um tempo para você e é aqui que entra o nosso querido Ballet.


Entendo que quando vamos buscar aulas de Ballet Adulto nas escolas presenciais, os horários não batem e muitas pessoas desistem aqui, mas hoje temos a possibilidade de fazer Ballet Online.


As aulas do meu treinamento (TBD) por exemplo, são aulas gravadas, então eu tenho alunas que chegam tarde do trabalho e fazem aula praticamente de madrugada. Se você não tem condições de entrar em um treinamento, como o TBD, tem diversos vídeos e aulas completas exclusivas para Adultos, no canal do YouTube do Mari Ballet Online, mesmo que ainda não seja o ideal, é um bom "quebra galho".


A grande questão é "colocar" o Ballet na sua rotina da maneira que cabe. Se é meia hora ou duas horas por dia, uma vez na semana ou três vezes na semana, não importa. O que realmente importa é dar o primeiro passo de começar a fazer Ballet e ver o quanto ele te fará bem para que você tenha a energia necessária para mudar o que precisar ser mudado na sua rotina.


Muitas vezes achamos que esse primeiro passo, precisa vir "carregado" de uma carga mais extensa de dedicação ao Ballet, mas as coisas não funcionam assim, é preciso que o processo seja gradativo, aos pouquinhos. Se o Ballet é realmente algo que faz diferença na sua vida, crie sua rotina, coloque o Ballet como uma prioridade e se você não conseguir em algum dia, fazer no período que você tinha determinado, vá remanejando, criando plano b, c, d, e...


Lembre-se disso: A gente não precisa ter um mundo perfeito para fazer Ballet, a gente precisa aprender a fazer Ballet com mundo que a gente tem.


Por isso não deixe de dar o primeiro passo, faça mais daquilo que te faz bem!


Baixe agora mesmo o Ebook gratuito "Ballet Adulto: como começar" clicando na imagem.


6 visualizações0 comentário